BNDES deixará de financiar usinas a carvão para fomentar alternativas energéticas mais limpas

09/09/2021 00:00
BNDES deixará de financiar usinas a carvão para fomentar alternativas energéticas mais limpas

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou que não vai mais financiar, a partir de setembro, fontes de energia que dependam de carvão mineral. O banco quer fomentar alternativas energéticas mais limpas.
 
O anúncio acontece em meio à maior estiagem enfrentada pelo país nos últimos 90 anos. O Brasil conta atualmente com 22 usinas térmicas a carvão mineral e, nas últimas semanas, elas estão sendo mais acionadas para suprir a demanda elétrica nacional.
 
As usinas térmicas a carvão mineral são responsáveis pela geração de 2% de energia nacional. Em matéria realizada pela CNN especialistas e pesquisadores ouvidos disseram que a modificação impactaria apenas as futuras usinas, que demorariam entre 4 e 6 anos para ficar prontas.
 
O especialista em energia do Instituto Clima e Sociedade, Roberto Kishinami, explicou que o segmento tem se concentrado em investir em energias renováveis, como a eólica, solar e biomassa. Além de não poluírem, essas fontes são mais baratas, melhores para o consumidor e para o meio ambiente.
 
A Enerzee apoia atitudes como essa! É preciso incentivarmos cada vez as fontes renováveis e sustentáveis.
 
Enerzee, um mundo de possibilidades.
Por

head (): body ():